A energia Crística

bigstock-Bright-Blue-Star-Shining-In-De-260185159_2

Ao longo da minha vida na Terra, apelei à renúncia a hábitos e crenças que impeçam a união à alma.

A ligação à alma começa onde termina a submissão a todas as formas de autoridade e poder, à baioneta invisível que abre caminho à apatia e à indiferença. O apelo aos guardiões da consciência é que aceitem baixar os braços. Hoje como há 2000 anos, o meu objectivo é ajudar a superar todos os obstáculos ao impulso da liberdade.

No coração de cada ser humano há uma vibração de Amor Universal que aguarda o momento de ser despertada. Todo o recém-nascido se nutre dessa ligação à Fonte da Vida e a sua principal missão é atravessar os abismos da existência ao longo da ponte que liga os mistérios da sua própria realidade aos da criação cósmica. Essa ponte é a energia Crística.

A ligação às esferas espirituais é assegurada por uma outra ponte: a estrutura vibratória do indivíduo, o conjunto dos corpos subtis que se interpenetram. O que a consciência incarnada designa como “morte” é apenas o abandono de uma forma de energia densificada, a passagem à manifestação noutros planos vibratórios. Os corpos subtis reestruturam-se para se adaptarem a diferentes dimensões; a Vida, essa, permanece.

Os ciclos de incarnação na Terra permitem a libertação de frequências adversas à comunhão com a Fonte. O seu propósito é a elevação da consciência ao plano cósmico da energia Crística.

O ser humano que integra as vibrações dessa energia abre o canal que une o corpo físico aos corpos subtis; aproxima-se da Fonte e prepara o caminho que outros poderão trilhar.

Acompanhar alguém na descoberta de si mesmo é partilhar a sua própria busca com Amor. É celebrar também a coragem de ouvir a voz do coração e de agir em plena liberdade.

 

Mensagem transmitida por Jeshua a Teresa
Compartilhar, mencionando a fonte
https://terapiascristicas.pt/

partilhar

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email
Ao continuar, estará a aceitar a nossa política de privacidade.